TRATAMENTOS




Inúmeras doenças podem ser tratadas com células-tronco, as mais frequentes são:

Insuficiência Renal Aguda ou Crônica
Definição: Diminuição da função dos rins.

Sintomas: • Vômito, diarreia, apatia, sede exagerada.

Riscos: • Úlceras, cegueira e até a morte.



Doenças do sangue
Definição: São mudanças anormais nas funções ou quantidade das células no sangue.
As doenças mais comuns são: anemias, leucemias e hemofilias, que podem ser de fundo genético ou não.

Sintomas: • Perda de apetite; • Escurecimento da urina; • Mucosas pálidas (olhos e boca); • Apatia e tristeza; • Perda de peso.

Riscos:
• Fraqueza, dificuldade para respirar durante esforços físicos e pode levar à morte.


Doenças articulares
Definição: Inflamação e degeneração das articulações.

Sintomas:
• Dores articulares, limitação dos movimentos.

Riscos:
• Úlceras, cegueira e até a morte.
• Displasia Coxofemoral
• Lesões Medulares
• Sequelas ocasionadas pelo vírus da cinomose


Displasia Coxofemoral
Definição: A displasia coxofemoral é uma anormalidade das articulações
das pernas e do quadril.

Sintomas: Dificuldade de locomoção, dor e desconforto.

Riscos: Artrite e em casos mais graves artrose


Lesões Medulares
Definição: É a lesão ocorrida na medula espinhal.

Sintomas: Dificuldade de locomoção, dor e desconforto.

Riscos: Paralisia dos membros, disfunções na defecação e micção.



Sequelas ocasionadas pelo vírus da cinomose
Definição: É a lesão ocorrida na medula espinhal.

Sintomas: episódios de diarreia, vômitos, espirros, secreção nasal e ocular. Podendo evoluir para febre alta, pústulas e pneumonia.

Riscos: Sequelas nerológicas e morte (85%).

Conheça nossos outros diferenciais: